Modernização de Açougues Gera Lucros e Fideliza Clientes

Carne: proteína da marmita, prato principal em churrascaria e indispensável na reunião de amigos no final de semana. O consumo deste produto pelos seres humanos é comum, típico e vai além de matar a fome: a escolha dos alimentos para colocar no prato envolve questões sociais, culturais e econômicas.

Anos atrás, como muitos estudiosos previram, o Brasil enfrentou crises, o que afetou diretamente na mesa dos brasileiros. Com a redução de gastos em casa, o comércio de carnes se enfraqueceu e a taxa de consumo consequentemente diminuiu. Mas as recentes conclusões positivas constatadas em várias análises, previram mudanças no cenário e reaquecimento do nicho. Como já está acontecendo.

Segundo a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), “ o crescimento da população mundial e a elevação da renda per capita refletirão em uma forte expansão do consumo de proteína animal. Nesse cenário, o Brasil reúne condições de qualidade e sanidade para alavancar sua produção e exportação – o que beneficiará todos os elos da cadeia produtiva que estiverem capacitados para aproveitar as oportunidades.”

De acordo com uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, o Brasil é um dos líderes mundiais na produção e exportação de carne bovina, ganhando o quarto lugar do ranking de países com maior consumo deste alimento. E, como resultado, tipos de negócios como açougues e casas de carnes ­– embora possam ser de alto investimento no início – ganham cada vez mais espaço no mercado e se mostram cada vez mais rentáveis.

Além dos tradicionais estabelecimentos com azulejos brancos, paredes antigas marcadas por cola de cartazes gritando ofertas e expositores com bandejas amareladas pelo tempo de uso, existem agora novos modelos de lojas com layouts modernos capazes de encantar clientes. Além disso, muitos dos empreendimentos não prezam somente pela comercialização de carnes cruas, visto que empresários criativos do ramo estão revolucionando suas vendas com a utilização de equipamentos que agilizam os processos internos e na gourmetização do local, servindo os produtos no mesmo ambiente em que são cortados/temperados. Como uma espécie de restaurante.

A sofisticação e a tecnologia são quesitos cada vez mais importantes em qualquer estabelecimento. A inovação garante olhares curiosos, que podem captar clientes fiéis em busca de qualidade no sabor e na boa prestação de serviços.

categorias: Automação Comercial, Empreendedorismo, Soluções