Empreendedorismo: Motivos Para Automatizar Seu Minimercado e Sair na Frente

Montar um pequeno varejo é a ideia de muitos empreendedores que entendem a importância da praticidade no dia a dia. Por isso, estabelecimentos próximos ao público-alvo podem gerar baixo custo.

No Brasil, em 2015 foi registrada uma diminuição significativa no consumo doméstico, sendo que empreendimentos de autosserviço representavam 6% do PIB nacional, número que vem crescendo ainda mais no decorrer dos anos. De acordo com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), pelo fato da maioria dos minimercados serem em bairros residenciais, o número de vezes que um consumidor visita este tipo de negócio é de cinco vezes por semana, tornando este tipo de comércio bastante rentável.

Para abrir um minimercado, assim como qualquer outra empresa, é necessário compreender as características do nicho, planejar estratégias claras e diferenciadas, bem como automatizar processos, visto que o mercado atual do país clama por estabelecimentos dinâmicos que executem suas funções com maestria em todas as áreas.

Andréa Barrera, especialista em pequenos negócios, afirma que bons hábitos diários conquistam clientes como, por exemplo, atender rapidamente as diversas necessidades dos consumidores e facilitar o procedimento de compra e venda.

Dispor corretamente os produtos nas gôndolas, boa iluminação do ambiente e personalização do atendimento, são quesitos básicos para abrir um empreendimento de sucesso, porém todas essas práticas requerem auxílio de tecnologia. Sendo assim, utilizar automação comercial em pequenos, médios ou grandes negócios pode gerar lucros e resultados positivos.

Equipamentos específicos como impressora de cupom fiscal (para impressão de recibos); software de gestão (programa específico para conciliar as informações de vendas, quantidade de produtos em estoque e relatórios de vendas); leitores de código de barras (rápido acesso às informações do produto), pinpads (para pagamento com cartões de diversas bandeiras), impressora de etiquetas, gaveta de dinheiro, balanças, entre outros, são imprescindíveis para varejistas que prezam por praticidade, agilidade e aumento de vendas.

categorias: Automação Comercial, Empreendedorismo, Gestão, Soluções, Vendas